Corrosão Sob Tensão é um termo utilizado para descrever falhas de serviço em materiais. Ocorre por uma trinca de propagação lenta, induzida pelo ambiente de trabalho. A propagação das trincas é o resultado da sinérgica interação de tensões mecânicas e reações de corrosão.

As tensões necessárias para provocar a corrosão sob tensão são pequenas, geralmente abaixo do limite de elasticidade aparente do material. As tensões podem ser externamente aplicadas, mas também tensões residuais oriundas dos processos de fabricação podem provocar falhas por corrosão sob tensão.

Muitos testes de corrosão sob tensão são realizados para determinar qual o melhor material para uma aplicação específica ou para comparar a resistência do material em uma diversidade de ambientes. Os testes são aplicados de forma a representar as mais severas condições que podem ser encontras em um ambiente de serviço.  O objetivo é determinar se um produto possui um grau de susceptibilidade que irá limitar a sua utilidade geral.

Micrografias na região com trincas de uma chapa de aço inoxidável AISI 304.
Trincas clássicas de um processo de corrosão sob tensão.

Corrosão Sob Tensão

Corrosão Sob Tensão

Micrografias de trincas de um processo de corrosão sob tensão.

 

Corrosão Sob Tensão

Corrosão Sob Tensão