A capacidade de uma pintura ou revestimento resistir a deterioração de suas propriedades físicas e visuais causadas pela exposição a luz, calor e água podem variar significativamente em muitas aplicações. Este teste é normalmente utilizado para induzir estas deteriorações associadas com as condições finais de uso, incluindo os efeitos da luz solar, umidade e calor.

Os testes de intemperismo xenon são recomendados para materiais que são destinados para utilização em áreas externas e permitir a melhor correlação entre xenon e as exposições ao ar livre naturais. Outra aplicação é a utilização de um filtro para simular a irradiação do arco xenon filtrado por um vidro que fornece a melhor simulação da luz solar através do vidro de uma janela.

Intemperismo Xenon Curvas

Curvas Espectrais de Xenon Fonte: www.q-lab.com

Há variações no teste que podem ser aplicadas em função da aplicação do revestimento como um teste usado para simular as condições físicas e as tensões ambientais que uma camada aplicada nos meios de transporte como por exemplo os automóveis, ônibus e caminhões, quando exposta a um clima subtropical. O clima subtropical tem a particularidade de provocar severas deteriorações dos revestimentos. A longa exposição a água e a ciclos de umidade e secagem são importantes para esta deterioração associadas a alta dosagem de radiação solar.

Intemperismo XENON Camara

Exemplo de Cabine de Xenon – Fonte: www.atlas-mts.com

Fonte:

ASTM D2565 – Standard Practice for Xenon-Arc Exposure of Plastics Intended for Outdoor Applications

ASTM D4459 – Standard Practice for Xenon-Arc Exposure of Plastics Intended for Indoor Applications

ASTM G155 – Practice for Operating Xenon Arc Light Apparatus for Exposure of Non-Metallic Materials

ISO 11341 – Artificial Weathering and Exposure to Artificial Radiation – Exposure to Filtered Xenon-Arc Radiation

ISO 16474-1 – Paints and varnishes — Methods of exposure to laboratory light sources