Frequentemente as propriedades mecânicas de um material conformado variam conforme a direção em que se retira o corpo de prova para o ensaio, este fenômeno é conhecido como anisotropia e ocorre devido a orientação preferencial dos grãos do metal após uma grande deformação por forjamento, laminação, etc. ou devido ao alinhamento de inclusões, vazios segregações ou alinhamento de uma segunda fase precipitada por causa do trabalho mecânico.

A avaliação da anisotropia plástica é o índice de anisotropia “r”, que definido como a relação entre deformação real na largura pela deformação real na espessura. Este valor é determinado depois de atingida uma carga que gere uma deformação qualquer. O método mais utilizado para essas determinações utilizam a deformação do corpo de prova e que evitam erros causados nas medições de espessura.

Outro valor de calculado é a anisotropia planar onde são realizados ensaios em corpos de prova situados num mesmo plano de um metal conformado, porém retirados em diferentes direções. Esse valor tem grande importância no estudo sobre estampagem dos metais. Para um material isotrópico o índice é 1.

A anisotropia normal é semelhante a planar, porém a variação da retirada dos corpos de prova é normal a superfície da chapa.

O Coeficiente de Encruamento, valor n, fornece a medida da capacidade do material poder distribuir a deformação uniformemente, ou seja, mede a capacidade de encruamento do metal, sendo utilizado principalmente para estudo de aços para estampagem. Quanto mais próximo for o valor de n de um material, mais íngreme será a curva real desse material e mais uniforme a distribuição das deformações na presença de um gradiente de tensões.

O Laboratório Realiza ensaios para determinar os indices de anisotropia e coeficiente de encruamento.

Fonte:

  • Ensaios Mecânicos de Materiais Metálicos – Sérgio Augusto de Souza – 5ª Edição – 1982
  • Ciência e engenharia de materiais: uma introdução – CALLISTER JUNIOR; William D. –  LTC – Livros técnicos e científicos – 2002
  • Ensaios dos materiais – Amauri Garcia; Jaime A. Spin Jr.; Carlos Alexandre dos Santos – LTC – Livros técnicos e científicos – 2000
  • ASM Metals Handbook Vol. 8 – Mechanical testing and Evaluation – 2000.
  • Mechanical Metallurgy – George E. Dieter – Singapura: McGraw Hill Book Company,1988.