Extintor de incêndio é um equipamento de segurança que possui a finalidade e extinguir ou controlar incêndios em casos de emergências. Em geral é um cilindro que pode ser carregado até o local do incêndio, contendo um agente extintor sob pressão.

Os extintores se dividem em 2 tipos básicos, portáteis e sobre rodas: 

Extintor Portátil à Extintor de Incêndio que pode ser transportado manualmente, sendo que sua massa total não pode ultrapassar 20kg. Norma ABNT NBR 15808 

Extintor Sobre Rodas à Extintor de Incêndio montado sobre rodas, cuja massa total não pode ultrapassar 250 kg, operado e transportado por um único operador. Norma ABNT NBR 15809

O extintor pode ser divido também quanto ao tipo de agente extintor:

  • À base d’água
  1. Água
  2. Líquido Gerador de Espuma (LGE)
  1. Pó BC
  2. Pó ABC
  • Dióxido de Carbono (CO2)
  • Halogenado

As normas ABNT NBR 15808 e 15809 definem as classes de fogo conforme abaixo:

Fogo Classe A Fogo Classe B Fogo Classe C
 Fogo Classe A  Fogo Classe B  Fogo Classe C
Fogo envolvendo materiais combustíveis sólidos, tais como madeiras, tecidos papéis, borrachas, plásticos, termoestáveis e outras fibras orgânicas, que queimam em superfície e profundidade, deixando resíduos. Fogo envolvendo líquidos e gases inflamáveis ou combustíveis, plásticos e graxas que se liquefazem por ação do calor, que queimam somente em superfície. Fogo envolvendo equipamentos e instalações elétricas energizadas.

De acordo com a NR23 os extintores de incêndio devem estar presentes em todos os estabelecimentos e devem ser utilizados conforme suas classes de fogo.

  • O extintor tipo “Espuma” será usado nos fogos de Classe A e B.
  • O extintor tipo “Dióxido de Carbono” será usado, preferencialmente, nos fogos das Classes B e C, embora possa ser usado também nos fogos de Classe A em seu início.
  • O extintor tipo “Químico Seco” usar-se-á nos fogos das Classes B e C. As unidades de tipo maior de 60 a 150 kg deverão ser montadas sobre rodas. Nos incêndios Classe D, será usado o extintor tipo “Químico Seco”, porém o pó químico será especial para cada material.
  • O extintor tipo “Água Pressurizada”, ou “Água-Gás”, deve ser usado em fogos da Classe A, com capacidade variável entre 10 (dez) e 18 (dezoito) litros.
  • Outros tipos de extintores portáteis só serão admitidos com a prévia autorização da autoridade competente em matéria de segurança do trabalho.
  • Método de abafamento por meio de areia (balde areia) poderá ser usado como variante nos fogos das Classes B e D.
  • Método de abafamento por meio de limalha de ferro fundido poderá ser usado como variante nos fogos da Classe D.

 

Ensaios Realizados no Laboratório Tork

REQUISITOS CONSTRUTIVOS

Cilindro

Resistência a Pressão Ruptura

Tração

Impacto

Dobramento

Achatamento

Análise química

Válvula de Descarga

Válvula do Cilindro de Gás Expelente

Mangueira de Descarga

Válvula de Alívio

Sistema de Pressurização entre Válvulas do Cilindro de Gás e o Recipiente

Tampa

Alça de Transporte

Suporte de Sustentação

Trava

Tubo Sifão

Conjunto Esguicho Difusor

Punho

Suporte do Esguicho Difusor

REQUISITOS DE OPERAÇÃO E DESEMPENHO

Faixa de Temperatura de Operação

Descarga

Descarga – Faixa de Operação

Descarga – Posição Normal

Descarga – Intermitente

Tempo Efetivo de Descarga

Alcance do Jato

Temperatura de Exposição

Ensaio de Resistência a Queda

Força de Acionamento

Corrosão Externa

Corrosão Interna

Cor

Outros ensaios sob consulta

 

Fonte:

NR23 – Proteção Contra Incêndios

ABNT NBR 15808 – Extintores de Incêndio Portáteis

ABNT NBR 15809 – Extintores de Incêndio sobre Rodas